Lições sobre dinheiro que devemos aprender com nossos pais

Os tempos mudam e, com ele, mudam também os hábitos


Para muitas famílias brasileiras, a vida há 30 ou 40 anos era muito mais simples, econômica e modesta. É claro que os tempos mudam e, com ele, mudam também os hábitos. Se antes quase toda compra era feita à vista – e, então, só se comprava quando se tinha o dinheiro necessário –, hoje podemos contar com o cartão de crédito. É um recurso que pode proporcionar facilidades e conforto. Mas, quando mal administrado, também provoca muita dor de cabeça.

“Minha mãe sempre me ensinou a dar valor ao dinheiro que eu ganhava e a guardar uma parte dele na poupança”, lembra o consultor financeiro e especialista em direitos do consumidor Dori Boucault. Hoje, essa lição tão simples é um enorme desafio para muitos de seus clientes.

Já o educador financeiro Pedro Braggio alerta que a atual geração de jovens se endivida com facilidade, por conta do acesso fácil a cartões de crédito. “Como os recursos financeiros no passado eram mais escassos, nossos pais tinham que estabelecer prioridades na hora de comprar e, por isso, eles sabiam economizar melhor”, conta Braggio.

Para Marcelo Quirino, psicólogo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, os filhos precisam conhecer a história dos pais para absorver as boas práticas e até para refletir sobre os pontos com os quais não concordam. “O filho deve tirar uma lição das vivências maternas, mas considerando a época e a realidade em que a mãe foi criada. Nem tudo deve ser tomado como exemplo a ser seguido fielmente”, diz ele.

Assim, não é preciso deixar de usar um cartão de crédito porque nossos pais não usavam. “Mas devemos tomar nossos pais como exemplo para aprender a ser mais equilibrados”, afirma Braggio.

Nesse contexto, até os erros dos pais podem ser recursos de aprendizado. Atualmente, muitas pessoas têm acesso a informações e recursos educacionais que os pais jamais sonharam alcançar. E, para quem pensa no futuro, a principal dica dos especialistas é proporcionar educação financeira aos filhos. Eles devem saber, desde pequenos, o valor do que se compra e o esforço necessário para adquirir os bens da família. Contudo, as lições que ficarão mais firmes na memória não se adquirem com palavras, mas com exemplos. Assim como aquelas que guardamos da nossa infância.

Tags: educação financeira família filhos

Veja mais