Financeiramente falando: você já é um adulto?

Esse momento chega para (quase) todo mundo

Uma hora ou outra nos tornamos adultos na idade. Alguns especialistas consideram que isso acontece a partir dos 18 anos, outros dizem que a partir dos 24. Contudo, no âmbito financeiro isso nem sempre acontece nestas idades citadas, se você ainda está em dúvida, existem indícios que indicam se você já alcançou esse patamar.

O primeiro indício de que você é um adulto financeiramente é que você tem condições de pagar todas as suas contas sem depender da ajuda de ninguém. Esse passo já é alcançado por muitos jovens com o advento do primeiro emprego, contudo, existem mais alguns passos para essa maturidade financeira ser alcançada completamente. 

Quando se fala em vida adulta, se lembra de responsabilidade, esse é um dos passos. Quem já é um adulto financeiramente tem consciência na hora de comprar, sabe que não pode gastar desmedidamente, por impulso. O adulto pesquisa, calcula e escolhe o produto que cabe melhor no seu orçamento e necessidade.

Na hora de utilizar o cartão de crédito é comum que jovens façam o mau uso comprando sem pensar e tendo um limite além do que pode pagar. Muitas vezes eles acabam caindo nos altos juros do cartão. O adulto sabe como funciona, tem noção de que os juros são altíssimos e dá preferência para as compras à vista. O cartão vira um instrumento para ser usado na hora da emergência ou para grandes compras.

Outra armadilha financeira que o adulto já tem conhecimento é o cheque especial, aquele crédito automático que o banco possibilita ao cliente caso ele necessite efetuar pagamentos ou transferências em sua conta, e não há saldo disponível. Ele sabe das taxas e datas e assim como o cartão de crédito, ele só utiliza em momentos de urgência. 

Para ter vantagens dessas ferramentas financeiras, como o cartão de crédito e o cheque especial, é necessário buscar informações. Aqui estamos falando de educação financeira. O adulto sabe pesquisar e estudar sobre as melhores opções de investimentos ou sobre como economizar. Vídeos, e-books, livros, pessoas especializadas e até pessoas próximas podem ser fontes de conteúdo neste sentido para você aperfeiçoar sua vida financeira. 

Falando em economizar, quando se é adolescente, por exemplo, o pensamento é que tudo se pode fazer amanhã, até mesmo economizar. O adulto sabe que o momento certo de economizar é o agora, que não se deve esperar para guardar dinheiro e nem planejar o futuro.

Ainda sobre ter consciência, o adulto também sabe quanto recebe de ganhos e quanto pode gastar. O ideal é que tenha um orçamento familiar e que delimite valores para cada tipo de gasto, como necessidades primárias, aluguel, transporte, alimentação; gastos secundários, lazer, desejos pessoais; e investimentos e dívidas. 

Se você tem consciência dos seus gastos, economiza, investe, toma cuidado com cartão de crédito e cheque especial, procura ter educação financeira, e claro, não depende de ninguém financeiramente, parabéns, você é um adulto! Aproveite a maturidade para alcançar seus objetivos e realizar sonhos, um bom planejamento pode te levar longe. 

Tags: finanças planejamentofinanceiro

Veja mais