Dinheiro traz felicidade?

A pergunta é antiga e já virou motivo de piada, será que dinheiro traz felicidade?

Você já deve ter parado e pensado: se eu ganhasse x, seria muito mais feliz. Segundo pesquisa publicada na revista Nature Human Behavior, esse tipo de pensamento é real. Foi comprovado que quanto maior a remuneração da pessoa, maior grau de satisfação com a vida ela tem. Ao mesmo tempo, isso só vale até um teto salarial, depois disso, o grau de felicidade vai diminuindo.

Em países da América Latina, como o Brasil, quem ganha R$9,5 mil por mês tem tendência a ser mais feliz.

 Infográfico:

Região

Salário ideal em US$ e por ano

Média Global

95 mil

Europa Ocidental e Escandinávia

100 mil

Europa Oriental e Bálcãs

45 mil

Austrália e Nova Zelândia

125 mil

Sudeste Asiático

70 mil

Ásia Oriental

110 mil

América Latina e Caribe

35 mil

América do Norte

105 mil

Oriente médio e norte da África

115 mil

África Subsariana

40 mil

Países mais felizes

Segundo o estudo World Happiness Report 2019, a Finlândia é o país mais feliz do mundo, seguido pela Dinamarca e pela Noruega. O Brasil ocupa a posição 32, atrás de países como Israel e México.

O estudo é feito desde 2012, pela Organização das Nações Unidas (ONU) com institutos de pesquisas e diferentes universidades. Foi avaliado o nível de nível de felicidade das populações de 156 países. O objetivo é divulgar ao mundo e motivar os líderes de governo a investirem em políticas públicas em prol do bem-estar das pessoas e que o Produto Interno Bruto (PIB) de um país não é, por si só, um indicador da qualidade de vida.

A pesquisa chegou a uma conclusão interessante também, as evidências experimentais sugeriram que usar o dinheiro para beneficiar os outros leva à felicidade. Além disso, foi comprovado que a qualidade do governo e a estrutura das políticas governamentais influenciam a felicidade.

Você acredita que o dinheiro traz felicidade? Qual seria o salário ideal para você? Deixe sua opinião nos comentários.

Tags: consumo dinheiro finanças qualidade de vida

Veja mais