7 ideias para ganhar dinheiro sem sair de casa!

Ganhar dinheiro sem sair de casa é possível e neste artigo vamos lhe mostrar como

O trabalho home office era uma realidade distante há algumas décadas, sendo destinado para ocupações muito específicas. Atualmente, o que se vê, é uma mudança drástica nesse sentido. Mais e mais empresas vêm apostando no trabalho remoto, sem falar nas inúmeras oportunidades de trabalho freelance viabilizados graças à internet.

No post de hoje, vamos tratar dessas opções para lhe ajudar a ganhar dinheiro sem sair de casa. Confira!

Trabalho freelance home office

Como vínhamos falando, são muitas as opções de trabalho freelance home office atualmente. Design, programação, social media e manutenção remota de computadores talvez sejam as mais famosas. No entanto, ainda temos uma extensa lista de possibilidades que pode contemplar algumas de suas competências.

E para viabilizar o contato entre contratantes e freelancers, existem várias plataformas próprias para isso. No geral, é cobrada uma espécie de taxa de assinatura ou um percentual do valor pago pelo trabalho. A partir disso, você pode enviar propostas comerciais a potenciais clientes e fechar o quanto antes os seus primeiros freelas.

Faça permuta com o objeto de seu trabalho

Alguns sites também facilitam o contato entre pessoas com a intenção de realizar permutas com os objetos de seus trabalhos. Nesses meios, desde que haja acordo entre as partes, tudo é possível. Tratamentos estéticos por serviços de carpintaria. Aulas de francês por acupuntura. Serviço de limpeza por hospedagem. Opção é o que não falta.

Crie seu produto digital

Outra grande oportunidade trazida pela era digital é a disponibilização produtos e serviços em lojas virtuais por baixíssimos custos. Para esse propósito, temos, por exemplo, os marketplaces, espaços em que você pode oferecer seu produto e pagar somente um percentual sobre as vendas a plataforma que custeia a manutenção da loja.

Aposte em pequenos serviços

Você pode, agora, estar se perguntando o que são pequenos serviços. Bem, diferentemente de um trabalho freelance remoto tradicional, como o desenvolvimento de um site ou o monitoramento de redes sociais, essas ocupações são 100% operacionais e não demandam grande capital intelectual para serem executadas.

Para esse tipo de trabalho, existem demandas como: “legendar 200 imagens”, “criar títulos para vídeos em sites”, “transcrever 3 horas de áudio” encontradas de forma recorrente em plataformas de intermediação de trabalho.

Representação de produtos

Certamente, você já ouviu falar de representação comercial de produtos ou, até mesmo, já trabalhou com isso. A lógica por trás desse tipo de ocupação é adquirir em caráter consignação um lote de produtos para comercializá-los. Obviamente, parte das receitas fica com a marca e o restante é do revendedor.

Nesse tipo de trabalho, as redes sociais, como Facebook, Instagram e WhatsApp podem ser verdadeiras aliadas, à medida que você pode expor para a sua rede de contatos os produtos a venda.

Faça intermediação de negócios

Os sites de compra e venda de produtos também podem se tornar uma fonte de renda para quem pensa em trabalhar em casa. Mas, calma, não estamos falando para você começar a vender os seu bens.

Nossa dica vai no sentido de saber aproveitar as ofertas e pechinchas que eventualmente aparecem nesses sites. Compradores e revendedores de carro, por exemplo, sempre ficam atentos às ofertas, pois sabem das grandes oportunidades de negócio que podem aparecer.

No caso dos automóveis, estamos falando de um alto investimento. No entanto, a mesma lógica de aplica para outros tipos de produtos, como eletroeletrônicos, itens de vestuário e até mesmo artefatos de coleção que podem ser comprados por preços razoáveis e revendidos com alguma margem de lucro.  

Dê aulas em áreas que você domina

Você domina um idioma estrangeiro? Conhece tudo sobre manutenção de automóveis? Já fez um curso completo sobre desenho técnico?

Saiba que, certamente, existe alguém em busca de alguns desses conhecimentos que você domina e está apto a pagar um preço justo para aprender com alguém disposto a ensinar. Mais uma vez, vale a dica já repassada aqui, que é cadastrar seu perfil em plataformas de trabalho freelance. Também é válido marcar presença em fóruns e grupos destinados ao tema, apresentando seus serviços.

Tags: economia planejamento financeiro

Veja mais