4 Razões para manter sua previdência complementar

Listamos alguns motivos para lembrar que você está fazendo um bom negócio

 

Desde que a Reforma da Previdência entrou em pauta no Congresso, o assunto não sai dos noticiários. Também pudera, a grande maioria dos brasileiros trabalha de carteira assinada por anos a fio, sonhando com o dia que irá se aposentar.

No meio desse cenário de incertezas, a previdência complementar é uma alternativa para complementar o benefício do INSS e garantir um futuro mais tranquilo do ponto de vista financeiro. Mesmo quem já é participante de um fundo de pensão, algumas vezes fica em dúvida se está mesmo fazendo um bom negócio. Nós temos a certeza que sim.

A lista de vantagens é extensa, mas separamos aqui os quatro principais motivos para você manter e investir cada vez mais no seu plano de previdência complementar.

1. Uma renda certa no futuro
Quem sonha em manter um bom padrão de vida quando parar de trabalhar, precisa contar com outras fontes de renda fora o INSS. Tendo um plano de previdência complementar, é possível simular quanto você irá receber de benefício no futuro e adequar o valor de suas contribuições para garantir sua tranquilidade financeira. O que é aplicado hoje irá render até a data do resgate. Isso significa mais segurança para você e toda sua família.

2. Um “upgrade” no seu orçamento
Com as constantes mudanças na Previdência Social, fica cada vez mais difícil ter certeza de quanto o trabalhador irá receber de benefício ao se aposentar. Com exceção de quem recebe o salário mínimo – que irá se aposentar com o mesmo valor, os demais trabalhadores precisam estar atentos aos cálculos e lembrar que não receberão mais que o teto do INSS (R$ 5.645,80, em janeiro de 2018). Quem tem um salário maior, precisa ter um complemento para cobrir suas despesas, lembrando que alguns gastos – como o plano de saúde – tendem a aumentar na terceira idade.

3. Um alívio na hora de declarar o IR
Quem ainda está trabalhando, pode contar com o chamado benefício fiscal. Funciona assim: o contribuinte utiliza o formulário completo na hora de fazer a Declaração do IR, lança as contribuições feitas no seu plano de previdência e o imposto só é descontado no ato de sacar esse dinheiro. Lembrando que esse benefício só vale para quem também contribui para a Previdência Social.

4. Uma “mãozinha” para os indisciplinados
A cultura de educação financeira e previdenciária está longe de fazer parte do dia a dia dos brasileiros. Temos sempre a ideia de que o futuro será melhor e acabamos adiando os planos de poupar parte do salário para a aposentadoria. Mesmo quem consegue guardar algum dinheiro, pode ter dificuldades na hora de escolher uma aplicação em longo prazo. Ter um plano de previdência pode te ajudar nessa missão. Alguns possuem a opção de desconto em folha, outros a de cadastrar a contribuição mensal no débito automático. Aí não tem desculpa!

Tags: aposentadoria benefício fiscal futuro INSS planejamento financeiro previdência complementar

Veja mais